Publicidade
>>Como anunciar
>>Email
>>Tenha o Guia
>> Parceiros
.
Cadastre-se Aqui, é de Graça! Alterar cadastro Eu possuo senha Esqueci a senha 1ª vez: Não possuo senha
Serviços GuiaNet

>> Guia Turismo BR

>> Mapa do Brasil
>> Mensagem da Semana



DETRAN-PA

Turismo PA

Prefeitura de Belém

 Capital    
Belém Clique aqui e pegue seu Ímã do Tempo! Previsão Estendida
canaldotempo.com
Digite uma cidade:


 



Bandeira do Estado do Pará.

Estado do Pará - (PA)

A maneira fácil de encontrar empresas, produtos, serviços ...
  Para uma procura detalhada, preencha mais de um campo.
Não é necessário preencher todos os campos.
Acentue as palavras.  Não utilize apóstrofes.

Empresa Produto/Serviço
 Cidade Bairro

 


>>Mapa do Pará

>>Mapa Rodoviário do Estado do Pará



Habitante: paraense.
Situação geográfica - centro da região Norte.
Área: 1.246.833 km².
Limites: Suriname, Amapá (N); oceano Atlântico (NE); Maranhão, Tocantins (L); Mato Grosso (S); Roraima e Guiana (NO).
Características: planície amazônica, serra do Carajás (L).
Clima: equatorial.
Cidades principais: Belém, Santarém, Marabá, Altamira, Castanhal (101.963) e Abaetetuba.
Rios principais: Amazonas, Tapajós, Xingu, Tocantins, Jari e Pará.
Hora local (em relação a Brasília): a mesma a leste da linha que vai da foz do rio Jari à foz do rio Xingu; -1h a oeste dessa linha.
Colonização: holandeses, franceses, ingleses e portugueses.
Vida média (anos): 63,7 (1980).
Economia - extrativismo (mineral, vegetal), agricultura, pecuária e indústria.
Agricultura: laranja, cana-de-açúcar, milho, arroz, mandioca, maracujá, milho, dendê, acerola, cacau e feijão.
Pecuária e criações: galináceos, suínos, eqüinos, bubalinos e bovinos.
Minérios: ferro, bauxita, manganês, calcário, ouro, quartzo, caulim e estanho.
Indústria: alimentícia, madeireira e mineração.



Capital do Estado - BELÉM
Código DDD   0 XX 91 - Nº do telefone
XX = Código da Operadora 


Habitante - Belenense.
Situação geográfica - Área: 736 km².
Limites: baía de Marajó (N); Benevides, Ananindeua (L); rio Guamá (S) e baía do Guajará (O).
Região metropolitana: Belém, Ananindeua.
Altitude: 10 m.
Distância de Brasília: 2.120 km.
Economia - comércio, serviços.
Agricultura: mandioca, dendê, laranja, arroz, milho, borracha, cacau e feijão.
Indústria: madeireira, metalúrgica, material elétrico e de comunicação e mineração.
Jornais: 5 diários.

Formação histórica

Iniciado por holandeses e ingleses, o povoamento consolida-se com os portugueses.
Em 1616, a fundação do Forte do Presépio dá origem a Belém, assegurando a ligação com São Luís do Maranhão. No séc. XVIII, o território está integrado à capitania do Grão-Pará e Maranhão e vive um período próspero, com lavouras de café, arroz, cana-de-açúcar, cacau e tabaco, além de fazendas de gado.
No início do séc. XIX, Belém torna-se um grande centro urbano. Em 1821, a Revolução Constitucionalista do Porto é apoiada pelos paraenses, que se insurgem contra o rei de Portugal. O levante é sufocado.
Em 1835, é palco do movimento popular da Cabanagem.
A economia fica estagnada até o fim do séc. XIX.
O crescimento é retomado com o ciclo da borracha e continua com a produção de madeira e castanha-do-pará.

Desenvolvido por
GuiaNet - Guia Internet Brazil     ©1999 - 2002
Info: guianet@guianet.com.br